segunda-feira, 29 de março de 2010

Tudo acontece com ela.

Apenas 1/4 da manhã dela...


No quarto!
“Ah! Eu vim aqui amor, só pra me despedir, e as últimas palavras desse nosso amor..” (toque do celular).

-Alou!
-.....
- Oi!
- ..........
- Mas porque você não vem mais?
- .................
- Poxa! Eu tava me maquiando...
- .........
- Tudo bem então. Tchau!

Na sala!
Tchic!!! (lata da cerveja)

Triiimmmm! (telefone residencial).

-Alou!
- .......
- Isso! É ela..
- ........
- Nossa! O que houve?
- ................. !! .....................
- Snif!
- ......................
- Como não chorar? Estou cheia de conta pra pagar... Não posso nem fazer um “free” vez em quando?
- ..........
- ta legal! Amanhã passo aí..
- ...........

Na cozinha!
Pin.. Pin... Pin... Pin... (torneira quebrada).

Geladeira vazia, mesa também.

Na sala!

Ruummm!! (Janela abrindo).
Biiiii….. Bi bi bi bi!! (trânsito lá embaixo).


No quintal!
- Sdfdsfjsjreralaelw (murmúrios ao redor de um corpo).

4 comentários:

  1. eta casinha movimentada essa hein?

    ResponderExcluir
  2. [Na varanda] quem sabe cabe
    uma rede,
    que fixada na parede
    sirva de ninho
    que te abraça
    e te deixa quentinho
    ou quietinho
    nessa agitação.

    Sempre muito bom vir aqui!

    ResponderExcluir
  3. Da Globo, nada...novela mexicana, mesmo.

    Rs

    Beijo, beijo,

    ℓυηα

    ResponderExcluir