quinta-feira, 11 de fevereiro de 2010

As pequenas coisas. (que são grandes).

Muito a sentir pouco a dizer. Assim a gente vai levando, olhando e sentindo.

Nos pequenos detalhes é que aprendemos as razões de algumas coisas... Perceber o dissimulado, perceber o que vem pouco, que vem de leve.

Isso é, pra mim, a grande sacada da coisa.

Perceber o imperceptível. Realização pura.

Cada olhar distraído
Cada toque sem querer.
Cada palavra pensada.

Assim a gente vai levando, desse jeito leve, natural.

Ontem teu olhar me falou algumas coisas, coisas que me fizeram acreditar numa coisa ainda maior.

Já disse antes que adoro a linguagem do olhar né? Pois é! E o teu diz tanta coisa bonita pra mim... Ah! Se você soubesse...

A árvore ta ficando grande, as raízes entrando cada vez mais nas profundezas da terra. A sombra ta boa... Ta dando uma vontade danada de ficar aqui pra sempre.


Calma alma minha... Calminha, você tem muito o que aprender

3 comentários:

  1. é como uma tal de joana casada com um joão de tal

    ResponderExcluir
  2. "O pra sempre, sempre acaba"

    Cássia Eller

    ResponderExcluir
  3. Achei ótimo...maravilhos este post. simples assim...
    bjos

    ResponderExcluir