sábado, 12 de dezembro de 2009

Noite vendada.

Agora arranjei uma venda, aquelas de vendar os olhos sabe? Não as de vender.
Não quero vender meus olhos... Só preciso que eles fiquem mais quietos.

Mas a venda (recém comprada) não é para os olhos, para cegá-los bastam meus óculos embaçados de sempre... A venda é para calar o coração... Sim. Aquele sujeito que fica aqui perto e às vezes fala pra mais.

Agora sempre saio assim. Óculos embaçados e coração vendado.

Com o coração cego, sem poder falar, é mais fácil administrar às coisas. Agir com o sentimento nem sempre é a melhor saída.

Os mais exaltados irão dizer que é absurdo isso.

Mas o que fazer? Se já não quero mais (pelo menos agora) ver nem sentir.

Ontem o show tava ótimo. Emocionante.
Os amigos sensacionais de sempre.
A Brahma gelada. Maravilhosamente gelada, ainda mais na noite quente.

Depois do Show, teve bar de sempre lá (aquele das musicas de sempre, detalhe: Tocaram ALIVE a pedido meu).

Eu meus amigos e minha venda. Fantástico.

Disse isso tudo só pra mostrar como é possível viver bem, mesmo com o coração vendado e os óculos sujos.

Vou levando assim... Calado. Cego. Vendado.

Barreira anti-stress.


Mas quando tem lua cheia no céu... Não tem como não notar... Nessas noites... A venda, os óculos embaçados lutam para me cegar.


Hoje terminarei assim, como ontem me foi dito:

“Pares de olhos tão profundos, que amargam as pessoas que fitar, mas que bebem sua vida, sua alma, na altura que mandar. São os olhos, são as asas, cabelos de Avohai”.


Valeu Zé...
Valeu Venda...
Valeu Amigos...

Valeu...

8 comentários:

  1. gostei da idéia. vou tentar também.

    ResponderExcluir
  2. Pooorra.....quase choreiii!!
    Com o post e com o show!Aahhahah!
    Foi sensancional cara!!!

    Abraços meu velho!!

    ResponderExcluir
  3. Vendo as vendas por um lado mais positivo, pode ser uma transformação para a melhor, veja o caso do Budismo e ioga. A ideia é limpar a mente de coisas negativas, nocivas e que nos tirem do estado de tranquilidade perfeita. Se bem que umas emoções fortes de vez em quando são gostosas. Para isso existe o bumgee jump. Fiz uma salada de ideias. Vc gosta de esportes radicais? Eles podem ser um bom substituto para o marasmo emocional.
    De que parte do meu texto sobre a velhinha vc gostou?
    beijão.

    ResponderExcluir
  4. ♪ "Nem toda nota é um tom
    Nem toda luz é acesa
    Nem todo belo é beleza
    Nem toda pele é vison" ♫

    Nem tudo é o que parece, pelo menos, não o tempo todo.

    Esse texto, por exemplo...

    DQLS

    ℓυηα

    ResponderExcluir
  5. Zé Ramalho sempre sábio... limita o desejo só para dar impulso a vivê-lo... abs meu caro.

    ResponderExcluir
  6. Muito interessante seu blog, viu. É a primeira vez que passo por aqui e voltarei outras vezes.
    Vou te linkar em meu blog.

    abraços

    Hugo

    www.nosso-cotidiano.com.br

    ResponderExcluir
  7. Hum... venda é?
    Interessante. Curioso isso.

    ResponderExcluir